Palmeiras vence Santos por 2 a 0


20h19 - 2/3/1997 Agência Folha De São Paulo
Com a vitória contra o Santos, 2 a 0, neste domingo no Parque Antarctica, o Palmeiras cumpriu à risca os planos do técnico Márcio Araújo. Com 14 pontos no Grupo 1, divide a liderança da chave com o Guarani, que superou o Botafogo, em Campinas. O Santos, com 10 pontos, é o terceiro colocado. Araújo escalou uma equipe mista contra o River, terça, pela Copa do Brasil, poupando os titulares para os confrontos contra Guarani, quinta, e Santos, neste domingo. Segundo o treinador, o objetivo era conquistar quatro pontos. O empate contra o Guarani e a vitória contra o Santos deram ao Palmeiras a pontuação pretendida. "Eram jogos importantes, porque valiam seis pontos", afirmou Araújo, referindo-se ao "mata-mata" do primeiro turno, quando cada time enfrenta adversários de seu próprio grupo. Nos outros dois turnos, os jogos são contra times da outra chave. Agora Araújo estuda priorizar a Copa do Brasil, cujo campeão garante vaga na Taça Libertadores. No jogo de volta contra o River, ele já escalará os titulares. O técnico do Santos, Wanderley Luxemburgo, por sua vez, foi hostilizado neste domingo por torcedores do Palmeiras, equipe que dirigiu até o ano passado. "Não ligo para as provocações. Elas fazem parte do futebol. Perdi um jogo, mas ainda não perdi o campeonato", declarou. Antes da partida, ele abraçou Márcio Araújo, que foi seu auxiliar no Palmeiras e está no comando do time enquanto o titular, Telê Santana, se recupera de problemas de saúde. "Quando trabalhamos juntos, ele sempre foi um amigo, uma pessoa equilibrada e competente", declarou Luxemburgo. Os dois times entraram em campo carregando faixas defendendo a realização da Olimpíada de 2004 no Rio de Janeiro. O Palmeiras aproveitou-se das constantes falhas do lado direito da defesa do Santos para vencer por 2 a 0. O lateral Ânderson, do Santos, preocupou-se mais com o apoio ao seu ataque do que com a marcação dos atletas adversários. A cobertura dos zagueiros não foi eficiente, fazendo os jogadores do Palmeiras dar preferência para as jogadas por esse setor. O Santos dominou os dez minutos iniciais da partida. A equipe marcou com eficiência, não permitindo a criação de jogadas pelo time adversário. Passado o período inicial do pressão, o time do técnico Márcio Araújo passou a dominar o jogo. Com as falhas do Santos, o lateral-esquerdo Júnior e o meia-atacante Djalminha passaram a comandar as ações ofensivas de seu time. "Tivemos a inteligência de explorar os erros do Santos", disse o técnico Araújo. Aos 28min, Viola avançou pelo meio e chutou na trave. O gol do Palmeiras foi marcado logo depois. Pelo lado esquerdo de se ataque, Luizão cruzou. A bola resvalou na defesa do Santos e sobrou para Galeano que, na meia-lua da área, chutou: 1 a 0. O panorama não mudou muito no início no segundo tempo. O Palmeiras continuou se aproveitando das sucessivas falhas da defesa do Santos. Para tentar corrigir os erros e virar o placar, o técnico Wanderley Luxemburgo, do Santos, fez, aos 16min, três substituições ao mesmo tempo. Porém, as modificações não mudaram a dinâmica do jogo e, aos 43min, Marquinhos ampliou. Apesar de ter dito que o jogo Palmeiras e Santos é um semiclássico, o presidente da Federação Paulista de Futebol, Eduardo José Farah, esperava que os 25.500 ingressos colocados à venda estivessem esgotados no sábado. Para este domingo, a entidade não programara venda de entradas, mas o fracasso da compra antecipada fez a FPF vender bilhetes no estádio do Pacaembu. O público pagante no Parque Antarctica foi de 15.814 pagantes. Antes do jogo, a Administração Regional da Lapa e a Polícia Militar fizeram uma blitz, tirando bebidas alcoólicas de ambulantes na porta do estádio. Dentro do estádio, porém, elas eram vendidas à vontade.


Ficha Técnica


Palmeiras Velloso; Cafu, Cléber, Wágner e Júnior; Galeano, Leandro, Rincón (Sérgio Soares) e Djalminha; Viola e Luizão (Marquinhos) Técnico: Márcio Araújo

Santos Zetti; Ânderson (João Luís), Narciso, Ronaldão e Cássio; Marcos Assunção, Vágner, Piá (Baiano) e Robert; Alexandre (Eduardo Marques) e Macedo Técnico: Wanderley Luxemburgo

Local: estádio do Parque Antarctica, em São Paulo
Juiz: Carlos Eugênio Simon (RS)
Renda: R$ 179.720,00
Público: 15.814,00 pagantes
Cartões amarelos: Cléber, Rincón (P) e Robert (S)
Gols: Galeano, aos 33min do primeiro tempo, e Marquinhos, aos 44min do segundo tempo

Clique abaixo para ver os detalhes e fotos de outros jogos


Palmeiras x São José
Palmeiras X Portuguesa
Palmeiras X América
Palmeiras x Juventus
Palmeiras x Guarani

[HomePage do Palmeiras]