Morumbi

Cabe ao São Paulo Futebol Clube ser o proprietário do maior estádio particular do mundo. Durante as décadas de 50 e 60, o clube superou grandes dificuldades para erguer o "Gigante do Morumbi". No início dos anos 50, o São Paulo possuia um grande time e conquistas expressivas, porém, nenhum patrimônio (apenas um terreno no Canindé). A finalidade da então diretoria, era de transformar um grande time num grande clube! O primeiro passo foi adquirir um terreno de 145.000 metros quadrados no bairro do Morumbi, região sul de São Paulo. No dia 15 de agosto de 1952, o então presidente do clube, Cícero Pompeu de Toledo, assinou a escritura dando posse ao São Paulo FC do terreno e as obras começaram naquele mesmo dia. Para erguer o gigantesco estádio, a diretoria são-paulina encontrou muitas dificuldades, pois o dinheiro empregado saiu do próprio clube.

Inauguração completa do Estádio Cícero Pompeu de Toledo, em 25 de janeiro de 1970

E assim, após quase vinte anos de obstáculos (inimagináveis) superados, foi concluído o tão sonhado Estádio Cícero Pompeu de Toledo, em homenagem ao então presidente do clube. O jogo inaugural do Morumbi, aconteceu a 2 de outubro de 1960, numa partida entre São Paulo e Sporting Club de Portugal, com menos da metade do anel superior completo (apenas 30 dos 72 vaos estavam completos). O público do jogo foi de 56.448 pagantes e o São Paulo venceu por 1 a 0, gol de Peixinho. O São Paulo formou nessa partida com: Poy, Ademar, Gildésio, Sátiro, Vítor, Riberto, Peixinho, Jonas (Paulo), Gino, Gonçalo (Cláudio) e Canhoteiro. A inauguração completa aconteceu em 25 de janeiro de 1970. Neste dia o São Paulo empatou em 1 a 1 com o F.C. Porto. O gol são-paulino foi marcado por Miruca e o gol de empate do time português foi feito por Vieira. O São Paulo que inaugurou o Morumbi completo, com capacidade para 150 mil pessoas (na época), foi este: Picasso, Édson, Jurandir, Dias e Tenente; Lourival e Gérson; Miruca (Zé Roberto), Toninho, Téia (Babá) e Paraná (Claudinho).

Hoje, o Morumbi, considerado o maior estádio particular do mundo e avaliado em US$ 550 milhões, é um dos símbolos do estado de São Paulo e um dos templos do futebol brasileiro. A diretoria planeja remodelar o Morumbi, fazendo dele um dos mais modernos estádios de futebol do planeta. Conheça o Projeto Morumbi Século 21.

Nome oficial: Estádio Cícero Pompeu de Toledo
Inauguração:

  • 02 de outubro de 1960, São Paulo 1 - 0 Sporting de Portugal
  • 25 de janeiro de 1970, São Paulo 1 - 1 Porto
    Capacidade: 120.000 torcedores
    Dimensões: 108x72 m
    Área construída: 112.904 metros quadrados

    As doze maiores lotações do Morumbi

    DataJogoPúblico
    09/10/77Corinthians x Ponte Preta138.032
    15/10/78Palmeiras x Santos123.318
    01/05/74Brasil x Austria123.132
    22/12/74Palmeiras x Corinthians120.522
    26/11/78Corinthians x Santos120.000
    05/12/82São Paulo x Corinthians117.061
    23/08/73Santos x Portuguesa116.156
    27/06/71São Paulo x Palmeiras115.000
    17/06/79São Paulo x Palmeiras112.016
    20/08/78Corinthians x Santos111.103
    20/12/92São Paulo x Palmeiras110.887
    30/08/87São Paulo x Corinthians109.474

    O Gigante do Morumbi

    Foi o primeiro estádio brasileiro a adotar traves arrendondadas, atualmente padrão oficial no mundo todo. Suas catracas são eletrônicas e permitem a totalização do público em tempo real no painel eletrônico.

    O volume de concreto usado para construir o Estádio Cícero Pompeu de Toledo foi de 50 mil metros cúbicos. Daria para construir 90 prédios de 10 andares cada com dois apartamentos de 150 metros por andar.

    O consumo de sacos de cimento (400 mil unidades) corresponde a 3200 caminhões de seis toneladas carregados. Ou, se colocados um ao lado do outro, estaria coberta a distância entre São Paulo e Belo Horizonte.

    A quantidade de ferro usada chegou a 6 mil toneladas. Se toda essa quantidade fosse soldada de ponta a ponta, na bitola 318, uma ponta ficaria em São Paulo e a outra em Lisboa, Portugal.

    A diretoria planeja transformá-lo no primeiro estádio brasileiro com cadeiras individuais para 100 mil espectadores.

    São Paulo Futebol Clube Homepage

    Sugestões para Fernando Alécio e Luís Eduardo Martines (Webmasters)

    Agradecemos à

    Visitas à esta página desde 25 de janeiro de 1997