SÃO PAULO CAMPEÃO BRASILEIRO 1977

Com muita garra e luta, o São Paulo passava por todos os adversários e chegava à grande final do Campeonato Brasileiro de 1977, contra o Atlético Mineiro, que apresentava a melhor campanha daquela competição, e era considerado o grande favorito. O clima de decisão tomava conta de Belo Horizonte . A cidade estava pintada de preto e branco e o Galo já dava início a uma guerra de nervos. Surgia o boato que o artilheiro Reinaldo, suspenso da final, havia conseguido uma liminar que possibilitava sua escalação. O troco são-paulino foi imediato: Minelli, momentos antes da decisão, mandou trazer de helicóptero Serginho Chulapa de São Paulo, espalhou o boato de que ele também estava liberado para a decisão e fez o craque circular pela porta do vestiário atleticano para intinmidá-los. Nenhum dos dois jogadores participou da partida, mas o Galo já entrou em campo nevorso. A tática tricolor era não permitir que hábeis jogadores mineiros, como Toninho Cerezo e Paulo Isidoro, tivessem espaço para jogar. Partindo em contra-ataques o São Paulo ainda ameaçava o gol de João Leite, através das belas jogadas de Zé Sergio e do oportunismo de Mirandinha. O tempo normal terminava em 0 a 0.
O jogo vai para a prorrogação e o panorama não muda. O Galo tentava, tentava, mas esbarrava na forte marcação são-paulina. Encerrados os trinta minutos, a decisão vai para os pênaltis e surge a vez do herói tricolor - Valdir Peres (foto). Getúlio e Chicão disperdiçam as duas primeiras cobranças. É hora de Valdir entrar em ação. O experiente goleiro são-paulino faz valer a catimba. Defende o chute de Joãozinho e irrita Márcio e Cerezo a ponto de ambos chutarem para fora. Bezerra, Peres e Antenor só tem o trabalho de converter suas cobranças e acrescentam mais uma cor ao título - o vermelho - já que na véspera o campeão era apenas preto e branco.

A Campanha

Primeira Fase

16/10/77 - NÁUTICO 0 X 1 SÃO PAULO
19/10/77 - BOTAFOGO-PB 0 X 2 SÃO PAULO
23/10/77 - CSA 0 X 0 SÃO PAULO
02/11/77 - XV DE PIRACICABA 1 X 1 SÃO PAULO
06/11/77 - SÃO PAULO 0 X 2 PALMEIRAS
13/11/77 - SÃO PAULO 1 X 0 SANTA CRUZ
16/11/77 - SÃO PAULO 3 X 0 TREZE-PB
23/11/77 - SÃO PAULO 2 X 0 SPORT
26/11/77 - SÃO PAULO 4 X 0 CRB
Segunda Fase
04/12/77 - CORINTHIANS 2 X 0 SÃO PAULO
07/12/77 - SÃO PAULO 5 X 0 BRASÍLIA
11/12/77 - INTERNACCIONAL-RS 1 X 4 SÃO PAULO
18/12/77 - AMÉRICA-RJ 0 X 0 SÃO PAULO
28/01/78 - SÃO PAULO 4 X 2 XV DE PIRACICABA
01/02/78 - PONTE PRETA 1 X 3 SÃO PAULO
15/02/78 - SÃO PAULO 4 X 3 SPORT
19/02/78 - SÃO PAULO 3 X 1 GRÊMIO
Semifinal
26/02/78 - SÃO PAULO 3 X 0 OPERÁRIO-MS
Local: Morumbi
Juíz: José Roberto Wright (RJ)
Público: 103.092
Gols: Serginho (32) Neca (42) e Serginho (48 do 2º)
01/03/78 - OPERÁRIO-MS 1 X 0 SÃO PAULO
Local: Pedro Pedrossian (Campo Grande-MS)
Juíz: Luís Carlos Félix (RJ)
Público: 20.161
Final
05/03/78 - ATLÉTICO-MG 0 X 0* SÃO PAULO
Local: Mineirão (Belo Horizonte-MG)
Juíz: Arnaldo César Coelho (RJ)
Público: 102.974
* Na prorrogação, persistiu o 0 a 0. Nos penaltis, para o
São Paulo marcaram: Peres, Antenor e Bezerra; Getúlio
e Chicão perderam. Para o Atlético marcaram: Ziza e
Alves; Cerezo Joãozinho e Márcio perderam.
ATLÉTICO: João Leite, Alves, Márcio, Vantuir, Valdemir, Toninho
Cerezo, Ângelo, Serginho, Caio(Joãozinho), Marcelo
(Paulo Isidoro) e Ziza
Técnico: Barbatana
SÃO PAULO: Valdir Peres, Getúlio, Tecão,  Bezerra, Antenor,
Chicão, Teodoro(Peres), Zé Sergio, Mirandinha, Dario
Pereyra e Viana(Neca)
Técnico: Rubens Minelli

São Paulo Futebol Clube Homepage

Sugestões para Fernando Alécio e Luís Eduardo Martines (Webmasters)

Agradecemos à

Visitas à esta página desde 25 de janeiro de 1997